sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Conheça Amarante, uma das mais bonitas cidades do Piauí

Quando se fala em Piauí logo a maioria das pessoas pensam em seca e pobreza, mas, acredite, o Piauí tem coisas e lugares muito bonitos para se admirar, por isso vamos apresentar para você uma dessas belezas do estado do Piauí, a bela cidade de Amarante.

Entardecer em Amarante, Piauí / Imagem: Reprodução

Amarante é uma cidade com cerca de 17.598 habitantes, segundo estimativa de 2019 do IBGE. A cidade está localizada a 156 kms da capital Teresina, na micro-região do Médio Parnaíba. Amarante é sem dúvida uma das cidades mais bonitas do Piauí e sua beleza cênica e histórica encanta a todos.

História

Amarante nasceu, na verdade, muito longe de onde a cidade se localiza atualmente, Amarante nasceu em um aldeamento indígena onde hoje fica localizada a cidade de Regeneração em 1832, quando foi criada a Vila de São Gonçalo.

Um belo dia em Amarante, Piauí / Imagem: Reprodução

Sua sede municipal e paroquial foi transferida em 1861 para o Porto de São Gonçalo do Amarante, localizado às margens do rio Parnaíba, que na época era a principal via de acesso ao interior do Piauí. Após a transferência a vila cresceu rapidamente e em 1871 foi elevada a categoria de cidade com o nome de Amarante.

Belezas naturais

Amarante fica às margens do rio Parnaíba e é na cidade onde está localizada a foz dos rios Canindé e Mulato, que deságuam no rio Parnaíba na zona urbana da cidade, transformando Amarante em uma "ilha alegre e linda", como diz Da Costa e Silva no épico poema "Amarante".

O rio Parnaíba, em Amarante, Piauí / Imagem: Reprodução
O rio Parnaíba, em Amarante, Piauí / Imagem: Reprodução

Amarante tem como principais atrativos, além do seu patrimônio histórico, as belas paisagens que a natureza lhe presenteou. Ao visitar a cidade é obrigatório ir até o mirante no centro da cidade contemplar a bela paisagem que circunda a cidade.

Paisagem de Amarante vista do mirante no centro da cidade / Imagem: Reprodução
Bela imagem de Amarante em um dia chuvoso / Imagem: Reprodução

Grande parte das belas paisagens de Amarante se deve a uma grande contribuição de sua vizinha, a cidade maranhense de São Francisco do Maranhão, as duas cidades são separadas apenas pelo rio Parnaíba, rio que separa os estados do Piauí e Maranhão. É em São Francisco onde estão as belas serras que ficam de frente pra cidade e embelezam ainda mais Amarante.

Do outro lado do rio Parnaíba está a cidade de São Francisco do Maranhão  / Imagem: Reprodução
Amarante(ao fundo) e São Francisco do Maranhão, separadas pelo rio Parnaíba,
 vistas de cima das serras em São Francisco em um dia chuvoso / Imagem: Reprodução

Em Amarante, além de contemplar a beleza do rio Parnaíba, seus casarões antigos e o mirante, é possível também fazer um tour pelo rio Parnaíba em direção a Palmeirais para contemplar a beleza das serras que acompanham o rio.

O Morro da Arara na margem maranhense do rio Parnaíba / Imagem: Clube de Canoagem Punaré
Passando ao lado do Morro da Arara / Imagem: Clube de Canoagem Punaré 
O Morro da Arara na margem maranhense do rio Parnaíba / Imagem: Clube de Canoagem Punaré
Morro da Arara e serras na margem do rio Parnaíba / Imagem: Clube de Canoagem Punaré
Morro do Garrafão na margem do rio Parnaíba  / Imagem: Clube de Canoagem Punaré
Vista do rio Parnaíba de cima do Morro da Arara / Imagem: Reprodução

O Piauí visto de cima do Morro da Arara / Imagem: Marcello Dante de Almeida
Serras margeando o rio Parnaíba / Imagem: Juscel Reis

E quem sabe você pode até se animar a conhecer as serras que se formam no município, a região de Amarante tem como característica a formação de serras do tipo mesa.

Serras em Amarante, Piauí / Imagem: Juscel Reis
Serras em Amarante, Piauí / Imagem: Juscel Reis
Serras em Amarante, Piauí / Imagem: Juscel Reis
Serras em Amarante, Piauí / Imagem: Reprodução
Serras em Amarante, Piauí / Imagem: Juscel Reis
Serras em Amarante, Piauí / Imagem: Juscel Reis
Serras em Amarante, Piauí / Imagem: Juscel Reis
Serras em Amarante, Piauí / Imagem: Juscel Reis

As belezas de Amarante fizeram o grande poeta piauiense Da Costa e Silva, nascido na cidade, imortalizar a cidade em seu épico poema "Amarante":

"Amarante"(Da Costa e Silva)

"A minha terra é um céu se há um céu sobre a terra:
é um céu sobre outro céu tão límpido e tão brando,
que eterno sonho azul parece estar sonhando
sobre o vale natal, que o seio à luz descerra...

Que encanto natural o seu aspecto encerra!
Junto à paisagem verde a igreja branca, o bando
das casas que se vão, pouco a pouco, apagando
com o nevoento perfil nostálgico da serra.

Com o seu povo feliz, que ri das próprias mágoas,
entre os três rios, lembra uma ilha, alegre e linda,
a cidade sorrindo aos ósculos das águas.

Terra para se amar com o grande amor que tenho!
Terra onde tive o berço e de onde espero ainda
sete palmos de gleba e os dois braços de um lenho!"

Patrimônio histórico

Com quase um século e meio de existência, Amarante possui um rico patrimônio histórico, a cidade tem vários casarões antigos em seu centro histórico. Um deles é o casarão onde hoje está localizado a Casa Odilon Nunes, que é o museu da cidade. O casarão foi construído há mais de 100 anos, no final do século 19, pelo pai do grande historiador piauiense Odilon Nunes e na qual ele nasceu em 1899. Durante seus mais de um século de existência já funcionou até como escola, inclusive de internato. É um casarão tombado como patrimônio histórico do estado.

Casa Odilon Nunes, museu de Amarante, tem mais de 100 anos / Imagem: Reprodução
Casa Odilon Nunes, museu de Amarante / Imagem: Reprodução

Outro casarão que merece destaque é o casarão onde fica atualmente a prefeitura de Amarante. O casarão foi construído nas primeiras décadas do século 20 e era o mercado público da cidade até o início da década de 1990 quando passou a ser a sede da prefeitura.

O casarão da prefeitura de Amarante há anos atrás / Imagem: Reprodução
O casarão da prefeitura de Amarante atualmente / Imagem: Reprodução

Outra construção histórica de grande importância é a igreja matriz de São Gonçalo do Amarante, que foi construída no final do século 19.

Igreja Matriz de São Gonçalo do Amarante tem mais de 100 anos / Imagem: Reprodução
Igreja Matriz de São Gonçalo do Amarante, em Amarante, Piauí / Imagem: Reprodução
Vista a partir da Igreja Matriz de São Gonçalo do Amarante / Imagem: Reprodução

As construções históricas de Amarante tem herança arquitetônica portuguesa.

Veja outras imagens de Amarante:

Travessia de barco pelo rio Parnaíba entre Amarante(PI) e São Francisco(MA) / Imagem: Juscel Reis
Rua no centro de Amarante há alguns anos atrás(hoje está asfaltada) / Imagem: Reprodução
Amarante, Piauí / Imagem: Reprodução
Praça da Igreja Matriz de São Gonçalo do Amarante, em Amarante, Piauí / Imagem: Juscel Reis
Vista de São Francisco do Maranhão a partir de Amarante(PI) / Imagem: Reprodução
Vista de Amarante a partir de São Francisco do Maranhão / Imagem: Reprodução
Bela vista da serra em São Francisco do Maranhão, vista de Amarante(PI) / Imagem: Reprodução
Imagem antiga de Amarante, hoje as ruas estão asfaltadas / Imagem: Reprodução
Avenida Desembargador Amaral, no centro de Amarante(PI) / Imagem: Reprodução
Imagem aérea de Amarante, Piauí / Imagem: Reprodução
Praça da prefeitura de Amarante, Piauí, há anos atrás / Imagem: SpyHub
Escadaria de Amarante, Piauí / Imagem: SpyHub
Casarão antigo em Amarante, Piauí / Imagem: Juscel Reis
Casarão antigo em Amarante, Piauí / Imagem: Juscel Reis
Casarão antigo do Hotel Pousada Velho Monge / Imagem: Juscel Reis
Vista da chegada à Amarante na ladeira do bairro Alto Alegre na BR-343 / Imagem: Reprodução

Como podemos ver, Amarante é a prova de que o Piauí tem muita coisa bonita para mostrar.

=================//================
Gostou? Leia também:

Quatro belos lugares para conhecer no Piauí

Os principais rios do Piauí

As maiores cidades do Piauí

sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

Conheça Paulinha Abelha, cantora da banda Calcinha Preta

Paulinha Abelha é um dos principais nomes da história da banda Calcinha Preta e conquistou uma infinidade de fãs por todo o Brasil. O nome verdadeiro dela é Paula de Menezes Nascimento e ela nasceu no dia 16 de agosto de 1978, na cidade de Alagoinhas, na Bahia, mas mudou-se muito cedo para Simão Dias, em Sergipe.

Paulinha Abelha / Imagem: Instagram

Segundo o site Divinas Vozes, Paulinha Abelha iniciou sua carreira musical aos 12 anos, cantando na sua banda, chamada Flor de Mel, em trios elétricos no interior de Sergipe, mas devido a falta de condições financeiras acabou desistindo da banda após três anos.

Paulinha Abelha / Imagem: Instagram

Paulinha Abelha entrou para a banda Calcinha Preta em 1998, ficou lá até 2010, quando saiu para seguir seu marido Marlus Viana na banda GDÓ do Forró, ele havia saído da Calcinha Preta após uma suposta traição envolvendo Paulinha e o empresário da banda Gilton Andrade, o que mais tarde se mostrou uma mentira.

Paulinha Abelha / Imagem: Instagram

Depois de sair da GDÓ do Forró, Paulinha formou dupla em 2011 com seu marido Marlus Viana. Ela voltou para a Calcinha Preta em 2014 ao lado de Marlus Viana. Em 2015, ela e Marlus se separaram, eles se casaram em 2007, mas estavam juntos há dez anos.

Paulinha Abelha e Marlus Viana ficaram juntos durante 10 anos

Em 2016, Paulinha saiu novamente da banda para formar a banda Gigantes do Brasil ao lado de seus ex-companheiros de Calcinha Preta, Silvânia Aquino e Daniel Diau. A Gigantes do Brasil durou apenas um ano. Paulinha voltou para a Calcinha Preta em 2018.

Paulinha Abelha / Imagem: Instagram

Em 2007, a banda Calcinha Preta lançou uma música chamada Paulinha em sua homenagem, a música foi um grande sucesso.

Paulinha Abelha foi homenageada com a música Paulinha
Daniel Diau cantando a música Paulinha para Paulinha Abelha

O maior sucesso da carreira de Paulinha Abelha é a música "Baby Doll", lançada em 2004, que inclusive a consagrou como "musa do forró".

Paulinha Abelha usando trajes provocantes cantando a música Baby Doll

Em 2019, Paulinha Abelha resolveu investir e criou sua própria marca de lingeries, ela mesma posa com as peças para divulgação.

Paulinha Abelha é considerada a "musa do forró"
Paulinha Abelha posando para sua marca de lingerie

Apesar de cantar forró Paulinha Abelha já desfilou em escola de samba pelo menos duas vezes, no carnaval de São Paulo, em 2010 e 2011.

Paulinha Abelha desfilou como madrinha de bateria da escola de samba Pérola Negra
 no carnaval de São Paulo em 2010
Paulinha Abelha fantasiada no desfile das escolas de samba de São Paulo em 2010
Até agora, janeiro de 2020, Paulinha Abelha segue cantando na banda Calcinha Preta...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...